• denuncias
  • peticionamento
  • Mediação
  • mov procedimentos
  • autenticidade de documentos
  • administracao publica
  • fraudes trabalhistas
  • liberdade sindical
  • meio ambiente
  • promocao igualdade
  • trabalho escravo
  • trabalho infantil
  • trabalho portuario
    • banner-mpt-pardal
    • DenuncieBanner
       
    • Aplicativo permite a realização de denúncias via celular
    • Site permite ao internauta preencher formulário online para noticiar irregularidades trabalhistas, sem sair de casa

    MPT-RN e Detran celebram acordo para pagamento de precatório

    Valores serão destinados às delegacias e ao Corpo de Bombeiros

    Natal (RN), 24/04/2018 - O Ministério Público do Trabalho no Rio Grande do Norte (MPT-RN) e o Departamento Estadual de Trânsito (Detran-RN) firmaram Termo de Compromisso e Acordo objetivando o pagamento dos valores constantes em precatório inscrito no orçamento de 2018. O valor de R$1,1 milhão será pago pelo Detran-RN em três vezes e será destinado às reformas de delegacias, conforme projetos aprovados, e ao Corpo de Bombeiros. A audiência foi presidida pelo juiz do trabalho auxiliar de Conciliação e Negociação de Precatórios do TRT-RN, Michael Knabben.

    A procuradora regional do MPT-RN Ileana Neiva, que propôs a ação civil pública, da qual resultou a condenação do DETRAN em ajustar o seu programa de estágio às exigências da Lei de Estágio e a pagar indenização pelo dano moral coletivo causado, afirmou que “a destinação dos recursos para projetos de reforma de Delegacias de Polícia e equipamentos para o Corpo de Bombeiros atende ao objetivo de reparar o dano, mediante indenização em prol da sociedade em geral, e dos trabalhadores em particular, que necessitam de segurança pública e de fiscalização da adoção das normas de prevenção de riscos de incêndios nos locais de trabalho”.

    Imprimir

    Empresa de assistência à saúde domiciliar deverá observar a legislação trabalhista

    Decisão de tutela de urgência impôs obrigações de adequação

    Natal (RN), 23/04/2018 – A 4ª Vara do Trabalho de Natal determinou que a Assistance - Gestão Preventiva de Custos Assistenciais (Home Care) cumpra a legislação trabalhista, no que diz respeito a jornada de trabalho, necessidade de marcação de ponto e pagamento das horas extras aos seus funcionários. A decisão é resultado do pedido de ação civil pública do Ministério Público do Trabalho no Rio Grande do Norte (MPT-RN).

    De acordo com o processo, a entidade praticava irregularidades como a prorrogação da jornada de trabalho além do limite legal, inexistência de marcações do controle de ponto, ausência de pagamento de horas extras, não concessão do intervalo intrajornada e a não concessão do descanso semanal remunerado. A empresa recusou-se ainda a firmar Termo de Ajustamento de Conduta, sob argumento de que cumpria as leis trabalhistas.

    Imprimir

    Seminário Abril Verde 2018 destacou parcerias e prevenção como chaves para redução de acidentes e doenças laborais

    Evento lançou a campanha Abril Verde no MPT-RN

    Natal (RN), 16/04/2018 – Nos últimos cinco anos, R$ 184 milhões foram gastos com afastamentos por doenças e acidentes de trabalho, somente no Rio Grande no Norte. No mesmo período, 146 trabalhadores saíram para trabalhar e não voltaram, vítimas fatais de acidentes. Para informar a sociedade e buscar conscientização para prevenir essas ocorrências, o Ministério Público do Trabalho no Rio Grande do Norte (MPT-RN) lançou, na última quarta-feira (11), a campanha “Abril Verde 2018”, na sede do MPT em Natal.

    Na abertura do evento, o procurador-chefe do MPT no Estado, Luis Fabiano Pereira, destacou a importância da prevenção para a redução desses números: “não podemos mais perder trabalhadores, perder entes queridos para más condições de trabalho”. A procuradora Regional do Trabalho e titular da Coordenadoria de Defesa do Meio Ambiente do Trabalho (Codemat), Ileana Neiva Mousinho, lembrou a finalidade de um mês sobre a prevenção de acidentes de trabalho: “O Abril Verde é um movimento que busca a união dos diferentes agentes sociais para que realizem ações conjuntas e complementares, que levem à efetiva redução de acidentes e doenças do trabalho”.

    Imprimir

    MPT-RN obtém liminar que obriga Estado do RN a reimplantar adicionais de insalubridade e periculosidade retirados dos servidores da Sesap

    Estado tem cinco dias para cumprimento da medida

    Natal (RN), 10/04/2018 – Decisão da 4ª Vara do Trabalho de Natal determinou, na última quinta-feira (5), que a Secretaria de Estado da Saúde Púbica do Rio Grande do Norte (Sesap) reimplante os pagamentos de adicionais de insalubridade e periculosidade indevidamente retirados dos servidores públicos da secretaria. Além disso, a Sesap está proibida de retirar os adicionais de outros servidores lotados nos seus hospitais e demais serviços de saúde, e deve suspender os processos administrativos abertos para retirada dos benefícios. A decisão resulta de pedido em ação civil pública (Nº da ACP: 0000206-65.2018.5.21.0004) do Ministério Público do Trabalho no Rio Grande do Norte (MPT-RN).

    De acordo com a juíza Luíza Eugênia Pereira Arraes, que deferiu a liminar, os argumentos do MPT foram comprovados pelos documentos e demais provas juntadas aos autos. A magistrada registrou, em sua decisão, que “a postura da entidade acionada foi precipitada e praticada ao arrepio da lei”, referindo-se à Sesap. Para ela, a secretaria não só passou longe de cumprir os termos do TAC n.º 138.2017, como também imputou, com sua medida, ônus desmedido aos servidores públicos lotados na SESAP, com redução drástica de seus vencimentos.

    Imprimir

    Abril Verde: campanha pela prevenção de acidentes de trabalho será lançada no MPT-RN nesta quarta-feira

     Exposição de fotos, lançamento de revista, palestras e assinatura de termo de convênio estão na programação

    Natal (RN), 06/04/2018 – O mês de abril é totalmente dedicado à conscientização para a prevenção de acidentes de trabalho no Ministério Público do Trabalho no Rio Grande do Norte. Este ano, a abertura da campanha no MPT-RN ocorre na próxima quarta-feira (11), às 8h30, na sede do órgão em Natal. Com o lema “Por um Brasil sem doenças e acidentes de trabalho”, o Abril Verde 2018 tem por objetivo conscientizar a sociedade de que quanto “mais prevenção no trabalho, mais vida”.

    Números do primeiro trimestre deste ano demonstram que os gastos estimados com benefícios acidentários no país já ultrapassam R$ 1 bilhão de reais. Nesse período, foram emitidas mais de 150 mil Comunicações de Acidentes de Trabalho, entre as quais estão notificadas 585 vítimas fatais. Os dados são do Observatório Digital de Saúde e Segurança do Trabalho

    Imprimir

    • banner pcdlegal
    • banner abnt
    • banner corrupcao
    • banner mptambiental
    • banner transparencia
    • banner radio
    • banner trabalholegal
    • banner audin
    • Portal de Direitos Coletivos