• Procuradorias

Empresas de telecomunicações terão que pagar R$ 400 mil por irregularidades trabalhistas

Acordo judicial beneficia trabalhadores que prestavam serviços à Sky, em Natal. A quantia é destinada ao pagamento de verbas rescisórias e diferenças salariais

 

Natal (RN), 22/09/2014 – Uma ação civil pública ajuizada pelo Ministério Público do Trabalho no Rio Grande do Norte (MPT/RN) resultou em conciliação que beneficiará trabalhadores que atuavam junto à Sky dentro do estado. Conforme o acordo, homologado pela 6ª Vara do Trabalho de Natal, as empresas de telecomunicações Acom Comunicação, Sky Serviços de Banda Larga e Sky Brasil Serviços terão que pagar, solidariamente, R$ 400 mil, para quitar verbas rescisórias e diferenças salariais apontadas na ação do MPT/RN.

Para o procurador do Trabalho Fábio Romero Aragão Cordeiro, que assina a ação, o acordo foi a maneira mais célere de os trabalhadores prejudicados receberem os valores devidos. Ficou estabelecido que as empresas terão até 26 de setembro para apresentarem planilha com nomes dos trabalhadores e respectivos valores a serem pagos. O prazo para efetuar os pagamentos termina em 24 de outubro de 2014.

Continue Lendo

Imprimir

MPT/RN apoia ação nacional que irá cadastrar pessoas com deficiência para o mercado de trabalho

 
Em Natal, a ação acontece no Instituto Juvino Barreto, a partir das 8 horas do dia 20 de setembro, véspera do Dia Nacional de Luta das Pessoas com Deficiência
 
 
Natal (RN), 18/09/2014 – Pessoas com deficiência que desejam ingressar no mercado de trabalho devem ficar atentas à uma oportunidade: no dia 20 de setembro, empresas de limpeza e conservação estarão cadastrando pessoas com deficiência (PCDs) e beneficiários reabilitados, para contratação no setor de serviços. Em Natal, a ação de cidadania acontece das 8h às 13h, no Instituto Juvino Barreto, e incluirá a limpeza ambiental do local. Marcado para a véspera do Dia Nacional de Luta das Pessoas com Deficiência, que é 21 de setembro, o evento é apoiado pelo Ministério Público do Trabalho no Rio Grande do Norte (MPT/RN).
 
Trata-se de uma ação simultânea em todo o país, promovida pela Federação Nacional das Empresas de Serviços e Limpeza Ambiental (FEBRAC), em parceria com os Sindicatos Estaduais Associados. De acordo com o presidente do Sindicato Patronal das Empresas Prestadoras de Serviços de Mão de Obra do RN (Sindprest), Edmilson Pereira de Assis, “a ideia é que as empresas do setor apresentem suas ofertas de trabalho para o cumprimento da cota legal reservada às pessoas com deficiência”.

Continue Lendo

Imprimir

MPT oferece serviço de peticionamento eletrônico

Sistema vai dar mais celeridade à tramitação de documentos e procedimentos

 

O serviço de “Peticionamento Eletrônico” já está disponível nos sites das regionais do Ministério Público do Trabalho (MPT) em todo Brasil. Além de ampliar o acesso do cidadão a informações de interesse público, o sistema vai dar mais celeridade à tramitação interna de documentos e procedimentos.

Todas as funcionalidades do “Peticionamento Eletrônico” estão disponíveis na aba “Serviços”, do menu superior. Qualquer cidadão pode se cadastrar para acessar informações sobre investigações de seu interesse.

Continue Lendo

Imprimir

CLT 70 minutos aprofunda discussão sobre terceirização de mão de obra e corrupção

Natal (RN), 12/09/2014 - O debate sobre Terceirização de mão de obra e Corrupção, entre a procuradora regional do trabalho Ileana Neiva e o juiz federal Marco Bruno Miranda, promovido pelo projeto CLT 70 minutos, lotou o auditório da Livraria Saraiva do Midway, em Natal, nesta quinta-feira (11).

Enquanto a procuradora enumerava uma série de situações em que a terceirização de setores essenciais, consideradas áreas fins da Administração Pública, tem sido usada para burlar direitos dos trabalhadores, com fins político-eleitorais, o juiz Marco Bruno citava a jurisprudência brasileira para casos em que fica provado o abuso.

Continue Lendo

Imprimir

Procuradora do MPT/RN participa de debate sobre Terceirização e Corrupção

O tema será abordado pela procuradora regional do Trabalho Ileana Neiva e pelo juiz eleitoral Marco Bruno Miranda, em evento promovido pelo TRT em 11 de setembro

 

Natal (RN), 08/09/2014 - O Tribunal Regional do Trabalho da 21ª Região (TRT-RN) promove na quinta-feira, 11 de setembro, mais uma edição do Projeto CLT 70 minutos, reunindo especialistas para discutir o tema Terceirização de mão de obra e corrupção.

Os convidados de setembro são a Procuradora Regional do Trabalho e coordenadora regional de Defesa do Meio-Ambiente do Trabalho/MPT-RN, Ileana Neiva, e o o juiz federal Marco Bruno Miranda Clementino, do Tribunal Regional Federal da 5ª Região e do Tribunal Regional Eleitoral (RN).

Continue Lendo

Imprimir